Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Colóquio Internacional “Em benefício do povo”. Obras, governo e sociedade na cidade colonial - agosto/2013 - UFF/Niterói

Publicado: Terça, 19 de Setembro de 2017, 19h38 | Última atualização em Quarta, 31 de Janeiro de 2018, 11h47

07 a 09 de agosto de 2013

Campus do Gragoatá, Auditório 209, Bloco O - Universidade Federal Fluminense - Niterói - RJ

 

O Colóquio Internacional reúne historiadores brasileiros e internacionais, para estudar o relacionamento entre as obras urbanas coloniais e o desenvolvimento da sociedade colonial. Procura-se abordar uma imagem do convívio da população a partir da análise histórica das suas obras em termos de conceituação, planejamento, implementação e aproveitamento. Com a noção de "obras", entende-se edificações de defesa, sistemas de abastecimento de água, calçamentos de ruas, construções de pontes e outras. Não só se analisará a atuação dos diversos agentes envolvidos no desenvolvimento da paisagem urbana, mas também se tenta entender como a materialidade das obras foi responsável pela formação de um certo tipo de cidadania colonial.

PROGRAMAÇÃO

DIA 07 DE AGOSTO (QUARTA-FEIRA)

13h30 - Credenciamento

14h30 - Abertura (Ronaldo Vainfas, Marcelo da Rocha Wanderley e Susan Richter)

14h45 - Introdução (Jorun Poettering)

15h30 - Coffee-break

16h00
Mesa 1: Origens e objetivos da urbanização colonial
Moderação: Christian Haußer (Universidad de Talca, Chile)
I. Sabine Panzram (Universität Hamburg) - "¿Qué tiene que ver la Nueva España con la vieja Roma?" Planificación de ciudades y concepción de poder en el Viejo y en el Nuevo Mundo
II. Rodrigo Almeida Bastos (UFSC) - Zelar pelas "conveniências do povo": o papel dos vereadores na formação das povoações em Minas gerais no século XVIII
III. Guillermo Wilde (Universidad Nacional de San Martín, Buenos Aires) -Utopía, civilidad y gobierno de lo temporal. La vida cotidiana en las misiones jesuíticas de frontera (siglos XVII y XVIII)

18h00
Conferência
Scarlett O'Phelan (Pontificia Universidad Católica del Perú, Lima)
Las Reformas Borbónicas Urbanas: salud, higiene y la piedad ilustrada

DIA 08 DE AGOSTO (QUINTA-FEIRA)


10h00
Mesa 2: Em busca da disciplina: norma e cotidiano
Moderação: Luiz Carlos Soares (UFF)
I. Antonia da Silva Mota (UFMA) - Traçado urbano planejado e resistência dos moradores em São Luís do Maranhão
II. Avanete Pereira de Sousa (UESB) - Alimentar, zelar e proteger: poder público e aspectos da vida cotidiana em Salvador colonial
III. Marieta Pinheiro de Carvalho (UNIVERSO) - Como sanar os problemas de uma cidade-corte? A Intendência de Polícia no Rio de Janeiro joanino


14h00
Mesa 3: O povo, o bem comum e o bom governo
Moderação: Marcelo da Rocha Wanderley (UFF)
I. Anderson R. dos Reis (UFMT) - Dimensões do bom governo no México colonial
II. Susan Richter (Ruprecht-Karls-Universität Heidelberg) - Types of political care for and in Asian colonies using the example of the water supply in the colonial cities of Macau and Batavia (today: Jakarta) in the Early Modern Era
III. Luciano Figueiredo (UFF) - A linguagem do bem comum e as tensões sob o equilíbrio das cidades coloniais


15h30 - Coffee-break


16h00
Mesa 4: Conflitos, revoltas e sedições
Moderação: Silvia Patuzzi (UFF)
I. Gefferson Ramos Rodrigues (UFF) - Revoltas e reformas urbanas no século XVIII: algumas notas de pesquisa - Brasil e Portugal
II. Jorun Poettering (UFF) - O potencial perturbador das obras urbanas: o exemplo do abastecimento de água do Rio de Janeiro
III. Luiz F. F. Tavares (UFF) - Entre luxo e sedição - Poder, espaço e consumo na "Memória político-econômica" de Joaquim José Sabino de Rezende Faria e Silva

DIA 09 DE AGOSTO (SEXTA-FEIRA)


10h00
Mesa 5: Providência I: As construções de abastecimento
Moderação: Sheila Castro Faria (UFF)
I. Michael Roth (Ruprecht-Karls-Universität Heidelberg) - Abbondanza! Grain, water and poor relief in papal Rome of the Early Modern period
II. Denise Maria Ribeiro Tedeschi (Belo Horizonte) - Caminho das águas: a rede de abastecimento de Mariana no Setecentos
III. Roberto Guedes (UFRRJ) - Observações sobre Nicolau de Nazareth e "a terrível consequência da falta de água, primeiro gênero da necessidade dos viventes" (Angola, século XVIII)
IV. George F. Cabral de Souza (UFPE) - O papel da Câmara Municipal do Recife na manutenção da salubridade do espaço urbano (Século XVIII)


14h30
Mesa 6: Providência II: As construções de defesa
Moderação: Rodrigo Bentes Monteiro (UFF)

I. Maria Fernanda Bicalho (UFF) - Como administrar e defender uma cidade ultramarina no século XVIII? Conflitos de jurisdições entre oficiais régios e camaristas no Rio de Janeiro
II. Jorge Victor de Araújo Souza (Universidade Severino Sombra / UFF) - "É de muita importância para o progresso da obra": Atuação além-claustro do beneditino frei Estevão do Loreto Joasar (c.1720-1745)
III. Anke Fischer-Kattner (Universität der Bundeswehr München) - "Fortify'd more for Beauty than for Strength"? Ambivalent meanings of Charles Town's city walls from colonial proprietary rule to US independence

16h30 - Coffee-break

17h00 - Resultados e debate (Jorun Poettering, Susan Richter e Gefferson Ramos Rodrigues)

Organizado com a participação do grupo de pesquisa "Asia and Europe in a Global Context" da Ruprecht-Karls-Universität Heidelberg, Alemanha.

As inscrições para ouvintes devem ser feitas do dia 28 de junho ao dia 2 de agosto de 2013 mediante preenchimento da ficha no sítio http://www.historia.uff.br/ciadasindias

registrado em:
Fim do conteúdo da página